Arquivo diários:24 de junho de 2020

Empresa indiana cria tijolo para construção a partir de plástico e areia reciclados

Tijolo é feito inteiramente de materiais reciclados, e pode ser usado na construção de diversos espaços

 
Empresa indiana cria tijolo para construção a partir de plástico e areia reciclados (Foto: Divulgação)

A companhia indiana Rhino Machines, que produz equipamentos para construção civil, desenvolveu um tijolo sustentável feito inteiramente de materiais reciclados e resíduos industriais. Chamado de “Silica Plastic Block” (SPB), o tijolo tem 80% de sua composição feita de areia de fundição e os outros 20% de resíduos plásticos. Enquanto a poluição causada pelo plástico já é relativamente conhecida pelo público, os impactos ambientais da areia de fundição não são tão discutidos, mas também representam um problema para o meio ambiente. Por isso, a empresa afirma que focou em utilizar estes dois resíduos para produzir o “tijolo do desperdício zero”, como chamam o projeto. No Brasil e no mundo, outras iniciativas sustentáveis para a construção civil também estão em andamento. Entenda:

Empresa indiana cria tijolo para construção a partir de plástico e areia reciclados (Foto: Divulgação)

Não foi fácil: nos primeiros testes, a empresa precisou usar uma grande quantidade de água, solo fértil e cimento para chegar a um material resistente o suficiente para ser utilizado na construção. Ou seja, no final das contas, o consumo de recursos naturais e a produção de CO2 (no caso do cimento) necessários ainda geravam um impacto ambiental negativo, e que não compensava. No entanto, após mais análises, os pesquisadores perceberam que o uso de plástico junto à areia de fundição eliminava a necessidade do uso de água, e representava uma economia muito maior de recursos naturais.

Sabe o que mais? Além de sustentáveis, eles são cerca de 2,5 vezes mais resistentes do que os tijolos tradicionais de argila. Ao longo do desenvolvimento do projeto, os pesquisadores procuraram diversas empresas, hospitais e organizações sociais para coleta dos resíduos produzidos, de modo que possam ser utilizados para fabricação dos tijolos. Estes, por sua vez, podem ser usados tanto para pavimentação quanto para construir paredes e espaços como banheiros, campus escolares, clínicas de saúde, etc. Segundo a empresa, já foram coletadas seis toneladas de resíduos plásticos e dezesseis toneladas de areia de fundição para serem reciclados.

Empresa indiana cria tijolo para construção a partir de plástico e areia reciclados (Foto: Divulgação)
Empresa indiana cria tijolo para construção a partir de plástico e areia reciclados (Foto: Divulgação)
Empresa indiana cria tijolo para construção a partir de plástico e areia reciclados (Foto: Divulgação)

Parede feita com o tijolo sustentável 

Existem diversas pesquisas no mundo e no País para tornar os materiais da construção civil mais sustentáveis. A criação da Rhino Machines se relaciona também a diversas iniciativas em custo que buscam tornar o concreto mais sustentável. Assim como os tijolos, o concreto é feito a partir de uma mistura de materiais agregados (como brita) e cimento, que dá resistência ao material para que possa ser usado em construções. No entanto, a produção de cimento emite muito CO2 na atmosfera. Pesquisas em andamento buscam formas de tornar o concreto mais sustentável, substituindo os agregados por resíduos reciclados da construção civil, como a areia de fundição. Já uma outra linha de pesquisa investiga como diminuir o uso do cimento no material e na construção civil, para diminuir as emissões de CO2 na atmosfera. Você pode ler mais sobre as pesquisas na área desenvolvidas pelo Brasil aqui

Fonte: https://casavogue.globo.com/

Luiza Queiroz | Fotos: Divulgação