Millennials já representam metade dos consumidores

Os millennials já representam atualmente 51% dos consumidores do mercado imobiliário digital no Brasil, conforme levantamento feito pela agência de transformação digital Today, que analisou o comportamento desse público para ajudar empresas ligadas ao setor.

A geração que hoje está entre 25 e 34 anos já representam 25% da população brasileira e 80% desse público preferem alugar a comprar imóvel, sendo que cerca de 82% deles afirmam ter smartphone, segundo o fundador e diretor de estratégias da Today, Adilson Batista. “Acompanhando o mercado, já vinhamos sentindo a tendência maior em alugar do que comprar, mas não sabíamos se isso era uma escolha ou ocorria em função da crise. Mas agora já está se definindo isso como tendência mesmo”, explica.

Compilando dados de diversas pesquisas disponíveis no mercado para analisar as preferências e peculiaridades dessa nova geração de consumidores, a agência Today detectou a mudança do comportamento. “Mas o mercado imobiliário brasileiro ainda é muito tradicional e uma construtora sempre pensa em construir um prédio e vender apartamentos. Porém isso pode não funcionar mais como antes diante desse público.”

Segundo Batista, os millennials procuram imóveis próximo ao trabalho, especialmente aqueles menores, porque, mesmo tendo dinheiro, eles não querem investir muito e ficar com capital parado, explica o executivo da Today.

Mobilidade é o nome do jogo e não se pode perder tempo. Assim, os millennials querem também ter acesso a tudo perto de casa, ou usando bicicletas ou patinetes. “Por isso, o setor precisa mudar e deve olhar melhor para esse público, fazendo como as construtoras norte-americanas que já constroem pensando na locação e não na venda do imóvel”, acrescenta o diretor da consultoria especializada em transformação digital de empresas tradicionais.

Os millennials representam cerca de um quarto da população brasileira, o que corresponde a aproximadamente 52 milhões de pessoas, ou seja, um público extremamente relevante, maior que a população da Espanha, de acordo com dados da Euromonitor.

Segundo a Brasil América Economia, 76% das pessoas que compõem essa faixa etária e procuram imóveis para alugar ou comprar têm entre 25 e 34 anos e 51% desse público buscam informações pela internet, utilizando os sites de classificados de imóveis.

Por serem nativos digitais, esse grupo tem algumas características bem definidas como a valorização do tempo, serem cidadãos do mundo, procuram manter um consumo ético e sustentável e têm maior adaptabilidade a mudanças.

Quando se analisa que tipo de imóvel os millennials buscam, geralmente são apartamentos menores em áreas urbanas, próximos ao local de trabalho que ofereçam flexibilidade, pois não se prendem aos lugares por muito tempo. 41% dos millennials podem deixar o trabalho em que estão após dois anos, o que tende a levá-los a mudar também o local onde moram. “Por isso, 80% preferem alugar, o que explica o sucesso de empresas como o Quinto Andar”, diz.

Fonte: www.dci.com.br

Por: Anna França